Chamamos este teste de “direto”, pois nele não existe a etapa da sensibilização das hemácias, uma vez que o que estamos buscando é exatamente uma hemácia já sensibilizada.

O TAD positivo pode ser indicativo de AHAI, reação transfusional, incompatibilidade materno-fetal, entre outros.

No ambiente laboratorial, o TAD pode interferir na realização de outros testes que envolvam a fase de antiglobulina humana, como por exemplo algumas fenotipagens.

É muito importante sabermos com qual classe de antiglobulina estamos trabalhando para conseguirmos definir quais técnicas adicionais utilizaremos, por isso tenha sempre um cartão screening em mãos!      

Você já usa o cartão Screening? Faz técnicas adicionais em seu laboratório?

Entre em contato que a pH7 te auxilia!

Instagram | Facebook | Linkedin